Pronto Socorro da Santa Casa de Itatiba atende apenas casos graves, por contenção de gastos

Pronto Socorro da Santa Casa de Itatiba atende apenas casos graves, por contenção de gastos
outubro 05 15:26 2017 Imprimir este Artigo

Por contenção de gastos, o Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia de Itatiba atende apenas casos de extrema emergência dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). A medida foi adotada no ano passado, mas na manhã desta quinta-feira (05), a equipe de reportagem do ITV Jornal recebeu ligações de pacientes que foram orientados a procurarem a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e estavam se sentindo lesados e prejudicados pela situação.

Em contato com o provedor do hospital, Benedito Netto, ele reforçou que o cenário ficou insustentável porque o atual repasse recebido pelo município é insuficiente para cobrir os custos dos atendimentos. Ele afirmou que a medida é uma prevenção para que a instituição não vivencie uma crise financeira mais grave.

Ainda de acordo com o provedor, a instituição não recebe o repasse, acordado com a Prefeitura de Itatiba, desde julho.

Em resposta, a Prefeitura de Itatiba enviou nota afirmando que o serviço de atendimento no Pronto Socorro da Santa Casa é prestado e custeado exclusivamente pela entidade filantrópica, sob gestão exclusiva de sua Provedoria. De acordo com a nota “o contrato entre Prefeitura e Santa Casa contempla os serviços de internações, UTI, hemodiálise e cirurgias – o Pronto Socorro, portanto, não está incluso, sendo, segundo a entidade, prestado em forma de caridade e filantropia. Já a UPA é de responsabilidade financeira da Prefeitura e atualmente se encontra sob gestão da Santa Casa”.

 

Ver Mais Artigos

Sobre o Autor do artigo

Redação Diarioi
Redação Diarioi

Ver Mais Artigos