Mais Saúde: Tecnologias do aparelhos auditivos

novembro 15 13:39 2016 Imprimir este Artigo

O Mais Saúde desta semana a convida, foi a fonoaudióloga Marcia Gama. O programa tratou das novas linhas de aparelhos auditivos. Que disponibilizam cada vez mais recursos que permitem conexões sem fio com diversos dispositivos: TVs, celulares, tablets, etc. Dessa maneira, estes dispositivos atendem cada vez mais as necessidades dos pacientes modernos, que estão cada vez mais conectados. Você sabia que os aparelhos auditivos são ferramentas fundamentais na reabilitação auditiva de milhões de pessoas no Brasil e em todo o mundo? Os benefícios das próteses auditivas estão muito além da reabilitação auditiva. Seu uso reduz o isolamento provocado pela perda auditiva, melhora a qualidade de vida, o convívio social e até afasta doenças como o Alzheimer e outros tipos de demências. Já parou para pensar como funcionam estes dispositivos que revolucionaram o universo da audição? É simples: os aparelhos auditivos são basicamente minissistemas de amplificação. Cada dispositivo é desenvolvido e adaptado para se adequar a situação auditiva de cada paciente. Normalmente, cada prótese é composta por um microfone, um amplificador (a maioria já possui processamento digital de sinal), um receptor (mini autofalante), um molde de ouvido (peça de acrílico ou silicone que auxilia a encaixar o aparelho ao ouvido) e um local para acoplar a bateria – conhecida popularmente como pilha. Existem diversos modelos de aparelhos auditivos, que atendem vários tipos de perda auditiva e oferecem benefícios diversos. Muito sensíveis, eles exigem alguns cuidados de manuseio e manutenção. De uma maneira geral, eles têm uma vida útil de, em média, 3 a 5 anos.

  Article "tagged" as:
  Categories:
Ver Mais Artigos

Sobre o Autor do artigo

Redação Diarioi
Redação Diarioi

Ver Mais Artigos